O ENTREGADOR DE PIZZA



É um rapaz magro, pardo, de fala engraçada. Diz boa tarde quando é noite, erra o troco e várias vezes me entregou a pizza que não pedi. Quando vai embora se atrapalha com aquela mochila enorme que leva. E a moto parece que vai voar.

O porteiro da noite, outro rapaz magro, me contou a sua história:

- Conheço ele do meu bairro. Aprontou muito quando era de menor. O pai largou a mãe, ele vivia na rua com um bando de vagabundos. Um dia foi atropelado, quebrou um monte de osso. Parecia outra pessoa depois que voltou a andar. Começou a trabalhar, primeiro no posto de gasolina, mais tarde no supermercado, fazendo entrega de bicicleta. Já faz uns três anos que comprou a moto. Está noivo. Me convidou para o casamento, no fim do mês.

Gostei da história, mas vi que a pizza já estava esfriando. Na hora de cortar o primeiro pedaço foi que reparei na calabresa - eu tinha pedido uma de marguerita.

E o pior é que dei para ele uma caixinha de R$ 4!